“Colagem/ Assemblagem” – Referências…

© Derek Gores

As técnicas da colagem e da assemblagem permitem uma infinidade de soluções visuais únicas que derivam da associação criteriosa de imagens ou pedaços de imagens e objectos. Ao mesmo tempo que se associam imagens, também se associam ideias, podendo a natureza dessa associação ser completamente inesperada. Na UT5 de Oficina de Artes pretende-se que traduzas, através de uma colagem/ assemblagem, aquilo que consideras ser o “Zeitgeist”  contemporâneo respeitante à tua esfera pessoal e à tua percepção do que é a sociedade actualmente. A união dessas duas “realidades” conflui naquilo a que poderás chamar a tua existência.

O processo de visualização para a criação deste trabalho não pode ser apenas mental. Esse percurso constrói-se pela manipulação das imagens numa experimentação contínua de várias associações possíveis.

Para evitar alguns erros comuns na criação da tua colagem/ assemblagem, toma em consideração as seguintes questões que, no decurso do trabalho, deverás fazer a ti próprio:

  • Estarei a explorar as hipótese expressivas específicas que a técnica da colagem/ assemblagem possibilita?
  • Estarei a usar demasiadas imagens? Existe impacto visual no conjunto?
  • Existem associações de imagens criativas e inesperadas?
  • A vertente social e pessoal estão figuradas de forma equitativa e coesa?

A apresentação abaixo contem alguns exemplos de colagens e assemblagens. Os temas são os mais variados, mas todas têm em comum um uso original das técnicas e um bom senso de utilização de formas, cores, texturas e perspectiva, bem como um sentido coerente da associação de formas que dão origem a outras formas e a outros significados.

Mais sobre a UT5 de Oficina de Artes 2009/2010 aqui

António Marques/ Sala 17

About these ads