Enunciado OA12 UT8a 2009/2010 “Auto Representação – Construção e Desconstrução da personagem pela fotografia”

Introdução

Será que existe um pouco de todos em cada um de nós?

A imagem que projectamos para o exterior parece-nos ser absolutamente exclusiva e única. Tomamo-la como um dos factores-chave na definição da nossa individualidade. Essa necessidade de clarificação quer da própria auto-identidade (Quem sou eu?; Como sou eu?), quer na identificação da identidade alheia (Quem és tu?; Como és tu?), leva-nos muitas vezes a elaborar estereótipos de “personas” aos quais associamos um certo conjunto de características físicas. Mas será que somos assim tão diferentes uns dos outros ou cultivamos propositadamente as diferenças para permanecermos únicos, sendo quase tudo uma questão de gesto, atitude, penteado, roupa, maquilhagem, postura e expressão facial?

No fundo, será apenas uma personagem que desempenhamos? E quantas personagens poderíamos nós desempenhar?

Definição e Objectivos

Neste trabalho, pretende-se que desempenhes uma série de, no mínimo, cinco personagens, tão variadas e distantes entre si quanto possível, realizando e apresentando um registo fotográfico das mesmas. Para a construção das personagens deverás escolher uma série de estereótipos que possibilitem a sua fácil identificação. Não é necessário nem desejável que o modelo – tu próprio(a) – seja reconhecível. Pelo contrário, deverás tentar conseguir que o personagem se sobreponha ao modelo, ganhando prevalência sobre ele.

Deves explorar um conjunto de estratagemas para conseguir este propósito: postura, expressão facial e gestual, roupa, maquilhagem, penteado e por aí adiante. O cenário envolvente deverá ser simples.

Adopta a obra fotográfica de Nienke Klunder, particularmente o conjunto de retratos intitulado “Comunidade” como referência para o teu trabalho.

Tem em atenção que todos os registos devem ter uma linha gráfica comum que passa pela adopção de um formato, de um ponto de vista e de uma composição que sejam similares.

O trabalho poderá ser a cores ou preto e branco.

Poderás encontrar mais informações sobre o trabalho desta artista no blogue: https://sala17.wordpress.com/

Percurso e Metodologias

Fase 1: Pesquisa e Organização

Selecciona personagens-tipo que possam ser reconhecíveis por um conjunto de características, quer psicológicas, quer físicas. As personagens podem ser definidas recorrendo a um conjunto de factores que passam pela utilização de um guarda roupa específico e por uma determinada configuração e expressão faciais. Estas personagens podem ser definidas pelos termos de: a “tia”, a varina, o polícia, o jovem suburbano, o agiota, o político, o carreirista, o pastor, o ecologista, a dona de casa, o alienado, o avozinho, etc.

Organiza no teu caderno de ideias uma recolha visual sobre os personagens que vais retratar,

distinguindo os que te parecerem ser mais pertinentes, tanto pelos sentimentos que encerram, carácter insólito ou ainda pelo seu sentido estético.

Elabora um plano de acção – guião fotográfico – clarificando o modo como tencionas proceder ao registo de cada uma das personagens (roupa, maquilhagem, postura, etc.).

Fase 2: Trabalho final

Prepara previamente todos os elementos que vais necessitar. Nesta fase do trabalho deverás recorrer ao apoio de um colega para as tarefas do disparo da máquina fotográfica e do enquadramento da série de registos. É aconselhável a utilização de um tripé. Todo este trabalho deverá ter lugar no espaço da escola, não necessariamente no interior da sala de aula.

Os ficheiros poderão receber tratamento digital para melhoria das características de qualidade de imagem.

Elabora um texto (folha A4, corpo 11) de introdução para o teu trabalho final encadernado. Nele deverás fundamentar as tuas escolhas e o teu percurso, em termos visuais. Atenção: Este texto não é um relatório critico!

Apresentação

Imprime as imagens em papel fotográfico, de preferência num laboratório comercial.

Utiliza o formato 30×20 ou 20×15 cm, consoante o número de registos realizados.

Apresenta as tuas imagens devidamente encadernadas em formato A4, precedidas do texto introdutório referido acima.

Os ficheiros deverão ser entregues em CD, no formato jpeg.