Enunciado OA12 UT0 2010/2011 – “Sólidos: Representação Conceptual”

Definição e Objectivos

Esta unidade de trabalho tem fundamentalmente um objectivo diagnóstico e de “revisão” de certos procedimentos na representação através do desenho. Pretende-se realizar uma série de representações de objectos conceptuais, neste caso, sólidos geométricos.

Estes “sólidos conceptuais” são assim chamados porque não estão fisicamente presentes para nos servirem de modelo mas podem ser “materializados” recorrendo à definição mental (conceito) e à memória que deles temos.

Este processo de representação recorrendo apenas aos conceitos e à memória (e não à observação directa) pode estender-se não só à forma e estrutura das coisas mas também aos volumes e texturas que definem os objectos que nos rodeiam.

Percurso e Metodologias

O sentido da visão e os mecanismos de percepção a ele associados tornam coerente no nosso cérebro a forma e o sentido das coisas; a mão é apenas uma executante mecânica daquilo que o cérebro constrói e define como a realidade visível. Tanto a destreza manual como a capacidade de ver podem ser aprendidas e constantemente melhoradas.

Como metodologia para essa aprendizagem é desejável estabelecer passos sequenciais numa representação. Estes poderão ser: 1.Composição – 2.Estrutura – 3.Forma – 4.Volume e 5.Superfície (Textura, Cor, Reflexo…)