Trabalhos finais OA12 UT9 2010/2011; “Projecto Artístico Individual”. Alguns trabalhos em destaque

Bem sei que vai um pouco tarde mas só agora fiquei “liberto” de tarefas mais administrativas, o que me permitiu voltar a ser professor por uns dias antes de ir de férias… Aqui estão cinco dos projectos relativos à UT9 (PAI), realizados pelo 12ºP.

↓Carolina Cerqueira: Como poderei sensibilizar a sociedade ocidental sobre a descriminação de género vivida no mundo muçulmano?

 

 

Sendo a minha área temática predominante a da intervenção, pensei em basear-me nas ideias muçulmanas, relativamente à questão dos direitos humanos no que toca ao tratamento das mulheres. Por isso achei relevante tratar este tema pelo que a minha questão central é a seguinte: “Como poderei sensibilizar a sociedade Ocidental sobre a discriminação entre géneros vivida no mundo muçulmano”. Pretendo sobretudo levar a população ocidental a reflectir um pouco sobre esta polémica, já que daqui por algumas décadas, ainda estaremos a debater este tema, mais concretamente, estamos todos à espera uns dos outros para que dêem o primeiro passo para a inovação.

Carolina Cerqueira nº26 12ºP

↓André Ferreira: Como se pode criticar o status quo através da street art e documentar a reacção dos transeuntes?

Depois da criacção e realização do cartaz tinha como objectivo capturar a reacção dos transeuntes quando se deparassem com o cartaz, tive então que estar presente no local de passagem dos traseuntes pelo cartaz mais cedo que estes, pois teria de ter tempo de colocar o cartaz e de me posicionar de forma a capturar a reacção destes transeuntes. Depois do momento em que foi afixado o cartaz no local começaram gradualmente a aparecer  vários transeuntes, e como esperava, e também como sendo o meu grande objectivo, que estes reagissem ao cartaz, e então assim consegui que acontecesse. Muitos destes transeuntes ao depararem-se com o cartaz reagiam simplesmente com um ar surpreso, ficavam espantados a olhar para o cartaz, o que penso que estes tenham interiorizado a mensagem e que a tenham entendido criando-lhes assim um momento de reflexão. Comparativamente aos casos de ausência de percepção da presença do cartaz, com os casos de percepção e de reacção à presença do cartaz, foram muitos mais aqueles que tiveram uma reacção ao verem o cartaz do que com aqueles que nem se quer os viram, e isso consegue-se  observar nas fotografias que consegui capturar nestes dois diferentes casos. Posso concluir então que consegui alcançar todos os meus objectivos para este projecto artístico individual, até superando as minhas expectativas e conseguindo alcançar a minha realização pessoal.

André Ferreira

↓Ângela Costa: Como vou demonstrar, através do scanimation, quatro movimentações diferentes de figuras?

 

Depois de pesquisar sobre a técnica, (Scanimation), decidi, e segundo o meu plano de trabalho, realizar quatro animações, duas a preto e branco e as restantes a cores.

O meu objectivo era demonstrar a variedade de movimentos que é possível realizar com Scanimation.

A razão pela qual escolhi estas figuras e não outras, é essencialmente porque queria utilizar e trabalhar com a figura humana e ao pensar nos quatro movimentos que escolhi, e associei-os a uma figura. Por exemplo decidi que o movimento de rotação teria que estar presente em quase todas as ilusões de óptica/ animações para dar uma melhor noção de 3Dimensões. Escolhi o “anjo” para o movimento de “baixo para cima” e vice-versa, pois queria dar uma noção de voo. O carro para o movimento “da direita para a esquerda” porque associei este movimento à velocidade. A cabeça por causa dos vários volumes e texturas achei que era a que mais se adequava à rotação. Para dar uma maior noção de profundidade pensei no baloiço e como quis jogar com o Scanimation como se fosse um ecrã numa folha de papel, coloquei os pés da pessoa a andar no baloiço quase a tocar no “ecrã”.

↓Stefan Olimpo: Que caraterísticas deverá apresentar um posto de vigia florestal de modo a garantir a sua máxima eficácia?

O meu projecto artístico individual vai consistir na realização de um Posto de Vigia florestal. A ideia deste espaço está degrada, pouco actualizada e a minha ideia é alterar toda a sua estrutura de modo a retirar a máxima eficácia do espaço, já que este é um dos principais métodos de detecção dos focos de incêndios.

Stefan Olimpo

↓Vanessa Alves: De que forma posso reinventer a última ceia de Cristo através de uma assemblagem/ colagem?

O meu projecto artístico individual tem como área predominante a expressão pessoal, no qual quis demonstrar a minha perspectiva da Última Ceia de Cristo através de uma colagem. No entanto a minha ideia inicial foi muito alterada daquilo que tinha pensado inicialmente.

A minha ideia inicial era representar a Última Ceia de Cristo com as personagens que incorporam a cena bíblica através de símbolos que a fossem conhecidos por todos e que ao olhar para a colagem fossem facilmente identificados. Contudo a minha ideia ao decorrer do projecto alterou-se radicalmente e acabei por optar por representar a Última Ceia com personagens políticas que marcaram os últimos séculos da humanidade, tanto pelo aspecto positivo como negativo, mas também que marcam a actualidade.

Optei por representar desta forma a Última Ceia de Cristo porque achei que uma boa retrospectiva dos últimos três séculos da história da humanidade, mas comparando-o com o século I no qual viveu Cristo.

Vanessa Alves

↓Rita Alves: Como dar novas características a um catálogo de moda, tendo como fundo uma fábrica de pedra?

         

Para finalizar este ano lectivo na disciplina de oficina de artes foi-nos proposto a realização de um projecto Artístico individual com um tema a nossa escolha.

Depois de bastante reflectir, decidi escolher como tema a realização de um catalogo de moda inovador.

Esse catalogo têm como pano de fundo uma oficina de pedra antiga. Escolhi fazer o trabalho numa fábrica devido a facilidade que tinha para trabalhar no locar pois a fábrica é propriedade da minha família. Outra razão dessa escolha foi porque na minha opinião seria um enorme desafio escolher pontos interessantes num local sujo e que para a maioria das pessoas não tem interesse nenhum. Devido ao meu elevado conhecimento do local e depois de uma conversa com o professor decidi tirar partido em primeiro lugar das texturas (texturas de pedras e texturas de algumas maquinas antigas) e em seguida de locais que transmitiam profundidade.

Em seguida tive de fazer a escolha dos manequim para o catalogo. Essa escolha não foi fácil. Para isso fiz uma breve selecção das pessoas que conhecia e que correspondiam as características pretendidas. Os manequins seleccionados tinham de ser de estatura media e com um corpo adequado para o efeito. Porem estava muito limitada na escolha.

Ao realizar a secção fotográfica verifiquei que havia alguns espaços mais interessantes visualmente do que os escolhidos no início, logo, rapidamente tomei a decisão de fazer algumas alterações no guião fotográfico.

Depois de acabar a secção foi a altura de começar a editar as fotografias em Photoshop  e para terminar o meu projecto imprimi em formato de um catálogo as fotografias.

Rita Alves

↓Catarina Jacinto: De que modo poderei retratar a história da minha vida através de uma assemblagem?

Nesta unidade de trabalho cujo tema é o desenvolvimento de um Projecto Artístico Individual escolhi como área temática predominante a Expressão Pessoal. Dentro desta área decidi fazer uma assemblagem. Ao longo de todo este processo até chegar ao produto final, o meu projecto sofreu algumas alterações.

A primeira grande alteração foi a forma da minha assemblagem que inicialmente teria a configuração de um C, letra inicial do meu nome. Esta ideia foi alterada pois uma vez que o meu trabalho pretende ser um “regresso ao passado”, faz todo o sentido que o objecto principal seja algo que nos remeta para o passado e por essa razão “adoptei” uma mala de viagem antiga. Escolhi esta mala pois quero que o meu trabalho incida na temática das viagens que já fiz (que foram muitas) e ao mesmo tempo remete-nos para o passado, uma vez que é uma mala antiga e com história.

Simultaneamente (e ao longo de todo o trabalho) fiz uma recolha intensiva dos objectos mais importantes e até provoquei algumas lágrimas à minha mãe quando procuramos por fotografias antigas e lembramos as coisas que já passaram. De entre as coisas que vou incluir no meu trabalho estão alguns bilhetes de avião de viagens recentes que eu guardei.

Dentro da mala encontram-se objectos como os meus primeiros sapatos (uns ténis Reebok), a minha fralda de dormir e até o meu biberão pois apesar de não estarem ligados à temática das viagens são objectos que “falam de mim” e me dizem algo. Tenho também uns óculos de natação, um chapéu-de-sol, um boneco de peluche que adorava e ainda o meu segundo passaporte. Na “tampa” da mala podemos ver bilhetes de algumas viagens que fiz entre as quais: Londres, França ( Charles de Gaull), Philadelphia (Orlando) e também de locais que visitei como o museu Madame Tussauds e a Torre Eiffel. Coloquei também algumas fotografias minhas a preto e branco e sépia para dar o ar de antigo.

Para terminar coloquei na pega da mala uma etiqueta de viagem e ainda na parte lateral coloquei um autocolante daqueles que nos metem nas malas quando viajamos de avião.

Todos os objectos colocados dentro da mala têm muito valor e sentimento para mim e por isso gosto bastante do produto final.

Catarina Jacinto

Turma 12ºP – Esc. Sec. Santa Maria – Sintra

© Sala 17/ António Marques – 2010/2011