Exposição: A Arte da Guerra – Propaganda da 2ª Guerra Mundial

Retratando uma época (não tão longínqua quanto isso) em que o cartaz de rua era um dos veículos de comunicação visual mais poderosos, esta exposição é dedicada aos inúmeros cartazes produzidos durante o período da 2ª Guerra Mundial.

É interessante e pedagógico observar como o poder comunicativo do cartaz foi utilizado no esforço de guerra dos países intervenientes, no sentido de influenciar os comportamentos daqueles que ficavam atrás da linha da frente e daqueles que se encontravam directamente envolvidos em combate. Apelos a uma maior produção, a poupanças nos materiais e víveres e doutrinação política e ideológica, procuravam dar alento a combatentes e às populações, ao mesmo tempo que tentavam  dirigir e justificar o esforço e os sacrifícios de todos aqueles que encontravam envolvidas no maior conflito armado de sempre.

Muitos destes cartazes são de uma beleza e de uma eficácia gráfica a toda a prova, independentemente da sua origem. Contudo, também nos recordam, como peças genuínas e autênticas, os horrores e a inutilidade da guerra… © Sala 17/ António Marques

“A exposição “A Arte da Guerra” debruça-se sobre o tema fascinante da propaganda em tempo de guerra. Fascinante pelo seu impacto, pelas diferentes formas como foi implementado nas várias nações, pela quantidade sem precedentes em que foi produzida, mas acima de tudo pela forma de arte que ela assumiu, cumprindo com o objectivo de uma qualquer outra obra de arte: provocar emoções nas pessoas e mudar o mundo”. (Fonte: Museu Colecção Berardo)

Museu Colecção Berardo – Centro Cultural de Belém, Lisboa

Entre 19 de Outubro e 8 de Fevereiro – Entrada Livre

© Sala 17/ António Marques 2011