Jaume Plensa (1955-); O compromisso com a arte pública

Definir por palavras a obra do escultor espanhol Jaume Plensa é ao mesmo tempo fácil e difícil. Fácil porque os temas são figurativos e reconhecíveis, gravitando em torno do corpo e do rosto humanos. Por outro lado, é difícil descrever a estranheza provocada pelas alterações de escala e pelas distorções deliberadas que impõe às formas. Talvez devido a esta “estranheza” e descontextualização, a obra de Jaume Plensa é tão adequada à instalação em locais públicos…

O site do artista: http://jaumeplensa.com/

© Sala 17/ António Marques