Enunciado 2AExp UT1 M10 2012/2013; “O Cartaz” – Apropriação da linguagem visual de Saul Bass para um cartaz de motivação cívica

Nas ruas das crescentes cidades do final do século XIX, os cartazes eram uma expressão da vida económica, social e cultural, competindo entre si para atrair compradores para os produtos e público para os entretenimentos.

A atenção dos transeuntes era capturada pelo colorido dos cartazes, que se tornou possível graças ao desenvolvimento da impressão litográfica. As ilustrações reflectiam o estilo artístico da época e introduziram uma nova estética de imagens económicas e simplificadas, decorrentes dos meios utilizados para reproduzi-las. O texto dava-lhes um contexto preciso.

Texto e imagem são aliás, os dois elementos constituintes de um cartaz, podendo a ênfase recair mais sobre um destes dois elementos.

Um bom cartaz deverá antes de mais, ter a capacidade de captar a atenção do espectador, levando-o a estar disponível para realizar a completa leitura visual e verbal da mensagem que esse mesmo cartaz pretende transmitir.

O designer gráfico norte-americano Saul Bass é um dos melhores exemplos do uso coordenado de texto e imagem, com grande impacto visual.

© Sala17/ António Marques 2013

Anúncios