ENUNCIADO DES10 UT.02 2015-2016; Sólidos – Representação convencionada e representação livre

O desenho, quando é utilizado como ferramenta técnica de descrição rigorosa da realidade dos objectos – já existentes ou em projecto – perde o seu carácter de liberdade expressiva, sendo esta naturalmente substituída por uma série de regras (convenções) de representação. Paradoxalmente, uma representação convencionada – tal como é o sistema europeu de vistas (SEV) – não representa a realidade visível tal como a percepcionamos, uma vez que a finalidade principal deste tipo de desenho é a simplificação, a clareza e a universalidade da sua interpretação.

Por oposição, um desenho livre de convenções torna-se mais pessoal e expressivo, abdicando propositadamente de algum rigor na representação.

© António Marques/ Sala17 – 2015/2016