Diário Gráfico 2016-2017

2016/2017

11ºQ “Números visíveis”

ffd

Em duas páginas contíguas do teu DG, representa um algarismo em cada uma de modo a formarem o teu número escolar. Um dos algarismos será preto ou outro será branco, sem contornos visíveis, apenas o enchimento. Pelo ponto central da área definida pelas duas páginas traça uma linha recta e pinta uma das duas zonas resultantes de preto. O objectivo é jogar com a localização do fundo de modo a chegar a um limite de visibilidade para o número formado pelos dois algarismos, mostrando a menor área possível deste, mantendo ainda a sua capacidade de leitura.

Guache e/ou acrílico preto. Lápis apenas para o decalque dos algarismos. Págs: 2

—————————————————————–

12ºN  “Rapsódia em Vermelho” 

9a2a7389c628958240f9401bc1116b4b Header Day (cima) e Anish Kapooruuuyu

Inspirando-te no trabalho abstracto de Heather Day e nos cadernos de esboços de Anish Kapoor, cria uma sequência baseada em doze composições, uma por cada página. Cada composição terá de conter os seguintes elementos expressivos: Fundo (opaco e homogéneo), Mancha (tamanhos e configurações à escolha) e Linhas/Traços (comprimentos, orientação e espessuras à escolha). Cada um destes três elementos expressivos será criado em Vermelho, Branco ou Preto, com as várias hipóteses de combinação em aberto. Faz um plano prévio da sequência.

Guache e/ou acrílico, meios riscadores para as linhas/ traços. Págs: 12

—————————————————————–

11ºQ “Chávena Branca”

Mine_white copy

Executa dois registos em que uma chávena branca lisa e o respectivo prato são colocados sob uma forte fonte de luz (sol ou projector). Representa as sombras projectadas a negro sólido, e tudo o resto (com excepção da chávena e do prato, que ficam a branco) a cinza médio. Cada registo pode ocupar uma ou duas páginas.

Lápis/ Tinta da china aplicada a pincel/ Acrílico/ Guache. Págs: 4 (máx.)

—————————————————————–

11ºQ  “Folhas de Outono”

56f8033e60999faff8e0ac522bd63247

Observa a degradação outonal das folhas das árvores caídas e regista os seus efeitos em várias fases, ao nível da cor e da forma, em folhas da mesma espécie.

Caneta de tinta preta (contorno). Aguarela/Guache/Lápis de cor. Págs: 6 (máx.)

—————————————————————–

12ºN  “Castanha e Noz” 

28ddc42356c489fbc5d3c12e3c22e41f

Desenha uma ou duas castanhas começando pelo seu contorno. Define uma zona de fundo homogéneo de cor vermelho-vivo que termine numa linha de horizonte imaginária. Representa o claro/escuro e a textura da castanha, bem como a sua sombra projectada sobre o fundo. Acima do horizonte opta por negro ou branco. Repete o trabalho numa página contígua, mas desta vez representando uma noz e com um fundo de cor cian.

Lápis/ grafite e/ou carvão (fixado). Tinta-da-china (aplicada apenas a pincel) e guache/ acrílico. Págs: 2.

—————————————————————–

11ºQ  “Uma hipótese para o número”

5bb43b8335986b5b5c4c9fb0b02935e2

Na 1ª página (ou nas duas primeiras páginas contíguas) disponíveis no teu DG, cria uma versão gráfica para o teu número escolar sabendo que os dois algarismos não podem ter linhas de contorno visíveis e apenas um deles será cheio com uma única cor opaca e homogénea. O outro algarismo será legível apenas como espaço negativo relativamente ao primeiro. Equilibra a tua composição na(s) página(s). Podes usar um tipo diferente para cada algarismo.

Tinta da china/ Guache/ Acrílico. Págs: 1/2.

—————————————————————–

12ºN  “Vitória de Samotrácia e Torso de Gaddi”

4eea5e9e39b7fcf5b35514c9a090c586 f65dcbca24cbf531347581e04b4e9213

Baseando-te nas imagens da Vitória de Samotrácia e do Torso de Gaddi que figuram no album Pinterest “Sala 17: Brainstorm Visual”, representa cada uma destas esculturas clássicas respeitando morfologia, proporções e claro-escuro, usando obrigatoriamente todos os meios a seguir indicados (no conjunto das duas representações).

Lápis/ Grafite/ Carvão/ Caneta de tinta preta/ Tinta da china (aplicada a pincel). Págs: 2/4.

—————————————————————–

11ºQ  “Linha como valor”

IMG_6161 IMG_6160

Em duas páginas contíguas, traça linhas curvas aleatórias de modo a que, variando a sua concentração, possas dar a percepção de diferentes valores de claro-escuro que, por sua vez , nos darão a percepção de volume e plasticidade numa superfície. Na pág. esquerda, elege a zona do centro como a zona de maior concentração – portanto mais escura – com a densidade a diminuir progressivamente para as extremidades. Faz o inverso na pág. direita. Linha sempre contínua, sem interrupção.

Caneta de tinta preta. Págs: 2

—————————————————————–

11ºQ – 12ºN  “Uma linha, um fôlego”

uuc462f88668484994da5dbfd4bf06aa66

Em duas páginas contíguas, desenha linhas finas que atravessem as tuas páginas de um lado ao outro. Mantém distâncias sensivelmente idênticas entre as linhas, de modo a formar uma superfície irregular que evidencie características volumétricas semelhantes às de um tecido enrugado. Desenha cada uma destas linhas sem interrupção e durante o preciso tempo que dura uma expiração.

Caneta de tinta preta. Págs: 2

—————————————————————–

2015/2016

12ºM – 12ºN “Pontos de vista”

Executa 10 registos do modelo que te foi fornecido, a partir de pontos de vista e posições sempre diferentes.

P1010393_21Abr2016_aa P1010395_21Abr2016_aa P1010396_21Abr2016_aa P1010399_21Abr2016_aa P1010400_21Abr2016_aa P1010401_21Abr2016_aa

Para cada registo utiliza apenas a técnica indicada na tabela abaixo pela ordem numérica apresentada.

Técnicas:

  • A – Lápis/ Grafite
  • B – Caneta de tinta
  • C – Lápis de cor (secos)
  • D – Tinta da china (pincel)
  • E – Lápis de cor (aguarelados)

Registos:

A | B | C | D | E | BC | BD | BE | DE | AD

Páginas: 10 (1 registo por página)

—————————————————————–

10ºQ “Fruto, Legume e fundo negro”

ff464b44332075cc69faeb16fe4b78ad

Dobra uma folha de cartolina ou papel meias-tintas negro ao meio de modo formares um diedro.

Em duas páginas contíguas representa numa delas um fruto e na outra um legume assentes no plano horizontal do diedro que construíste. Os limites dessa folha não devem aparecer, apenas a linha que divide o plano horizontal do vertical. Pinta o fundo a negro opaco e representa os elementos pedidos tendo em conta os seus detalhes de forma, textura e cor e as sombras que projectam no próprio fundo.

Tinta-da-china/ guache/ acrílico/ pastel de óleo para o fundo negro. Lápis de cor aguarelado para o fruto/legume. 2 Páginas.

—————————————————————–

12ºM – 12ºN “Pássaros Psicadélicos”

6a708e6eae8c18d614f3d555996526f9 b7cfe9c288f3a60f415e241abe6c2eca

Tendo em conta o tema “Pássaros Psicadélicos”, representa dois pássaros em duas páginas distintas, atendendo às especificidades gráficas da corrente psicadélica surgida nos anos 60 do Séc. XX.

Materiais e técnicas à escolha. Págs: 4

—————————————————————–

10ºQ “Silhuetas”

tea-navy-pot-hi copy

Selecciona dois objectos, facilmente identificáveis, que utilizes no teu quotidiano e que consideres terem silhuetas interessantes. Executa no mínimo dois registos de cada um desses objectos, observados de pontos de vista completamente diferentes, preenchendo o interior com tinta negra aplicada a pincel. Executa um registo por página.

Lápis/ Tinta da china aplicada a pincel. 4 Páginas.

—————————————————————–

12ºM – 12ºN “Portal”

Num conjunto de 4 páginas contíguas, cria uma narrativa visual – sequenciada ou não – tendo em conta que nas páginas 2 e 3 (mesma folha) irás cortar uma abertura de formato quadrado (4 cm de lado) que irá funcionar como janela de continuidade. Pretende-se obter efeitos de combinação/ ocultação que possibilitem leituras diversas consoante as diferentes posições das páginas…

Materiais e técnicas à escolha. Págs: 4

—————————————————————–

12ºM – 12ºN “Unidade Tripartida”

Untitled-1 Untitled-2

Transpõe para o Diário Gráfico as duas imagens da peça de escultura “Unidade Tripartida” de Max Bill que estão presentes na secção “Sala17: Brainstorming Visual”. Faz os teus registos em páginas contíguas, recriando rigorosamente a morfologia, as proporções, valores e texturas de cada uma das representações.

Usar obrigatoriamente em cada uma das representações: Lápis-grafite/ Carvão/ Caneta de tinta preta/ Tinta-da-china aplicada a pincel. Págs: 2-4

—————————————————————–

10ºQ “Continuação”

0d15cb3fb6948576468fefb93ac2f752 7842c2339678755ac27f25e8d8faea76

Executa um conjunto de dois desenhos (ocupando duas páginas opostas) que sejam a continuação formal e/ou temática um do outro. Cada desenho deve poder fazer sentido de forma isolada, não dependendo do seu “par” para tal.

Meios e técnicas à escolha. Págs: 2

—————————————————————–

10ºQ “Talheres”

acb13e56ffafbc1667367f93695dfcd6 (1)

Executa duas composições contendo talheres. Podem estar sobrepostos. Podes incluir um pouco de contexto; mesa, toalha, guardanapos, prato, etc.

Caneta de tinta preta/ Marcador/ Tinta-da-china/ Aguarela-guache/ Lápis de cor aguarelado. Págs: 2-4

—————————————————————–

12ºM – 12ºN  “Espaços habitados”

a Untitled-2

Executa o registo presencial de dois espaços quotidianos (casa e/ou escola) e dos seus utilizadores/ frequentadores humanos. Tenta descrever pelo desenho o modo como os frequentadores interagem com os espaços.

Caneta de desenho/ Lápis de cor aguareláveis/ Aguarela. Págs: 2

—————————————————————–

10ºQ  “8 Cadeiras”

03ef0ad5a96c0f968409e71f1850323a

Em duas páginas contíguas, executa registos minuciosos de 8 cadeiras diferentes, observadas em momentos diferentes e de pontos de vista diferentes. Utiliza meios e técnicas diferentes para cada uma das cadeiras. Os registos podem sobrepor-se entre si e ocuparem as duas páginas simultaneamente. Podes representar alguns contextos envolventes dessas cadeiras (espaço interior/ exterior, sombras, chão, etc.).

Lápis de grafite/ Caneta de desenho/ Marcador/ Esferógráfica/ Lápis de cor… etc. Págs: 2

—————————————————————–

12ºM – 12ºN  “Á la Page…”

Desenha – do real – um objecto presente no teu quotidiano e que seja branco. Representa-o sobre um fundo igualmente branco. Utiliza várias nuances dentro do “branco”, bem como os jogos visíveis de luz e sombra para distinguir a forma do fundo.  Numa outra página, executa uma representação de outro objecto – também do real – desta vez negro sobe fundo negro.

Chavena branca fundo brancoChavena preta fundo preto

Meios e técnicas à escolha. Págs: 2/4.

—————————————————————–

10ºQ  “Árvores de Inverno; O Zénite”

Executa dois registos de árvores nuas de Inverno. Coloca-te junto ao tronco e representa o que vês, olhando para cima – o zénite deve estar dentro da tua área de desenho.

Começa cada um dos registos com uma superfície pintada de uma cor apropriada para um dia de Inverno. Dá atenção à perspectiva, à textura e ao recorte delicado das formas.

b3307ebcdedc8c580901464ec47a7ed9

Meios e técnicas à escolha. Págs: 2/4.

—————————————————————–

12ºM – 12ºN  “Mãos maduras” 

8bc26ea5c321840d14aedb48858e0d38 39bb28a324d7482b1feb5664f34b1244

Executa duas representações de um par de mãos maduras. Cada uma delas poderá ocupar uma ou duas páginas do teu DG. Numa delas define o claro-escuro essencialmente através da mancha, na outra apenas recorrendo à linha nos seus diferentes tipos e associações (rede, traço cruzado, etc). Numa das representações, pinta o fundo de negro.

Lápis/ grafite/ carvão (fixado), caneta de tinta/ marcador. Tinta-da-china /guache/ acrílico negro para o fundo. Págs: 2-4.

—————————————————————–

12ºM – 12ºN  “Castanha e Noz” 

28ddc42356c489fbc5d3c12e3c22e41f

Desenha uma ou duas castanhas começando pelo seu contorno. Define uma zona de fundo homogéneo de cor vermelho-vivo que termine numa linha de horizonte imaginária. Representa o claro/escuro e a textura da castanha, bem como a sua sombra projectada sobre o fundo. Acima do horizonte opta por negro ou branco. Repete o trabalho numa página contígua, mas desta vez representando uma noz e com um fundo de cor cian.

Lápis/ grafite e/ou carvão (fixado). Tinta-da-china (aplicada apenas a pincel) e guache/ acrílico. Págs: 2.

—————————————————————–

11ºQ  “Folhas de Outono”

56f8033e60999faff8e0ac522bd63247

Observa a degradação outonal das folhas das árvores caídas e regista os seus efeitos em várias fases, ao nível da cor e da forma, em folhas da mesma espécie.

Caneta de tinta preta (contorno). Aguarela/Guache/Lápis de cor. Págs: 6 (máx.)

—————————————————————–

12ºM – 12ºN  “Composição Abstracta (I)” 

vgvg

Cria duas pequenas composições abstractas distintas, partindo das seguintes premissas:

  • Céu ultramarino luminoso.

  • Rectângulo flutuante de areia.

  • Silhueta de “dripping” e “sopro” a negro fluido fugindo do vermelho.

Meios aquosos – Guache, acrílico, aguarela, tinta-da-china, etc. Págs. 2-4.

—————————————————————–

10ºQ “Chávena Branca”

Mine_white copy

Executa dois registos em que uma chávena branca lisa e o respectivo prato são colocados sob uma forte fonte de luz (sol ou projector). Representa as sombras projectadas a negro sólido, e tudo o resto (com excepção da chávena e do prato, que ficam a branco) a cinza médio. Cada registo pode ocupar uma ou duas páginas.

Lápis/ Tinta da china aplicada a pincel/ Acrílico/ Guache. Págs: 4 (máx.)

—————————————————————–

10ºQ  “Unindo pontos…”(II)

dsc09439 copy dsc09440 copy

Utilizando papel vegetal, copia o “mapa” de pontos que executaste no trabalho anterior a transfere-o para as duas páginas seguintes do teu DG. Traça ligações entre os pontos e, desta vez, liga também pontos entre as duas páginas. Preenche o interior de todos os triângulos obtidos com linhas paralelas entre si e obrigatoriamente paralelas a um dos lados do triângulo que preenchem. Dentro de cada triângulo, a distância entre as linhas tem de ser igual. Pinta a negro o espaço exterior.

Lápis + Caneta de tinta + Tinta-da-china (aplicada com caneta e/ou pincel). Págs: 2

—————————————————————–

12ºM – 12ºN  “Pulp” – Ficção Científica.

screenshot_35

Cria uma capa para uma revista imaginária de ficção científica/ fantástico. Usa como modelo as populares revistas norte-americanas de ficção científica dos anos 30 a 50 do séc. XX.

Cria um nome para a revista e um título para a história apresentada. Integra graficamente estes dois elementos na tua capa. O conjunto deve transmitir emoção, “suspense” e dinamismo, tal como nas revistas originais.

Exemplos em : http://pulpcovers.com/tag/scifi/

Meios e técnicas: Livre. Págs: 2

—————————————————————–

10ºQ  “Unindo pontos…(I)”

IMG_6191

Traça muito levemente a lápis uma zona fechada irregular que ocupe sensivelmente ¼ da área da tua página. Inscreve 50 pontos na linha do seu contorno. Fora dessa área, marca 50 pontos aleatórios que diminuam a sua concentração à medida que se afastam da zona previamente traçada. Une todos os pontos com linhas rectas, sem as cruzar e sem atravessar o interior da zona demarcada. Pinta a negro o espaço exterior. Duas versões.

Lápis + Caneta de tinta + Tinta-da-china (aplicada com caneta e/ou pincel). Págs: 2

—————————————————————–

10ºQ  “Linha como valor”

IMG_6161 IMG_6160

Em duas páginas contíguas, traça linhas curvas aleatórias de modo a que, variando a sua concentração, possas dar a percepção de diferentes valores de claro-escuro que, por sua vez , nos darão a percepção de volume e plasticidade numa superfície. Na pág. esquerda, elege a zona do centro como a zona de maior concentração – portanto mais escura – com a densidade a diminuir progressivamente para as extremidades. Faz o inverso na pág. direita. Linha sempre contínua, sem interrupção.

Caneta de tinta preta. Págs: 2

—————————————————————–

12ºM – 12ºN  “Auto-retrato POP”

 e36d47a3a32c83bb8e651b4377e08c9238c2b7a57df15aac332737028c0e1705

Partindo de dois retratos fotográficos teus, cria – em duas páginas contíguas do teu DG – duas versões simplificadas inspiradas na série “Mick Jagger” de Andy Warhol.

Define zonas negras de alto contraste em alternância com zonas de traçado a grafite e zonas de cor homogénea de contornos irregulares.

Lápis/ grafite – Tinta-da-china – aguarela – guache/ acrílico. Págs: 2

—————————————————————–

10ºQ  “Uma linha, um fôlego”

uuc462f88668484994da5dbfd4bf06aa66

Em duas páginas contíguas, desenha linhas finas que atravessem as tuas páginas de um lado ao outro. Mantém distâncias sensivelmente idênticas entre as linhas, de modo a formar uma superfície irregular que evidencie características volumétricas semelhantes às de um tecido enrugado. Desenha cada uma destas linhas sem interrupção e durante o preciso tempo que dura uma expiração.

Caneta de tinta preta. Págs: 2

—————————————————————–

2014/2015

11ºO – 11ºP  “Intervir!”

Cria e propõe intervenções visuais para espaços específicos do recinto escolar. As intervenções propostas podem ser de carácter efémero ou permanente. Apresenta as tuas ideias no diário gráfico – de forma realista e detalhada – recorrendo aos meios que entenderes mais adequados; Desenho, pintura, fotografia, colagem, etc.

1978ed81b0ae1ec13e5fc0ecb640c7fe a59193b7d82c76e2034f7d7ccf1bacd2 aaf18f00fc9ab59171697893b66e92dc db9dafd4e89141ca48d535bd441235ec

Inclui anotações sobre a metodologia de execução e os materiais que propões para as intervenções. Como trabalho de pesquisa prévia, cria um álbum na plataforma “pinterest” com intervenções visuais em espaços públicos que aches interessantes.

Meios e técnicas: Livre. Págs: sem limite.

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Candeeiro de mesa”

Desenha um candeeiro de mesa ou secretária de dois pontos de vista diferentes. Dá atenção ao contexto onde se situa o candeeiro e ao seu efeito de luz nos objectos que o rodeiam.

d4a8fc734dd461f3e41d16247038efc2

Caneta de desenho (contorno). Meios aquosos – Guache, acrílico, aguarela, tinta-da-china, etc. Págs: 1-2

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Conta uma história”

Conta uma pequena história de forma visual. Pode conter texto. Pode ter ou não personagens. O tema é livre.

e323fac1beac0e831be9768df80d624b (1)

Meios e técnicas à escolha. Págs: 4 máx.

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Árvores de Inverno; O Zénite”

Executa dois registos de árvores nuas de Inverno. Coloca-te junto ao tronco e representa o que vês, olhando para cima – o zénite deve estar dentro da tua área de desenho.

Começa cada um dos registos com uma superfície pintada de uma cor apropriada para um dia de Inverno. Dá atenção à perspectiva, à textura e ao recorte delicado das formas.

b3307ebcdedc8c580901464ec47a7ed9

Meios e técnicas à escolha. Págs: 2/4.

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Colagem com figura humana”

5a0c79c80fa623f0c6c01fe08950feff

Cria duas composições simples envolvendo a colagem de elementos impressos ou previamente pintados e/ou desenhados. Utiliza as seguintes expressões como motes: “Mar vermelho” e “Espaço confinado“. Inclui figura humana em ambas.

Colagem. Meios de pintura/ desenho à escolha. Págs: 2/4.

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Vitória de Samotrácia e Torso de Gaddi”

4eea5e9e39b7fcf5b35514c9a090c586 f65dcbca24cbf531347581e04b4e9213

Baseando-te nas imagens da Vitória de Samotrácia e do Torso de Gaddi que figuram no album Pinterest “Sala 17: Brainstorm Visual”, representa cada uma destas esculturas clássicas usando obrigatoriamente todos os meios a seguir indicados;

Lápis/ Grafite/ Carvão/ Caneta de tinta preta/ Tinta da china (aplicada a pincel). Págs: 2/4.

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Um dia de comida”

09092e91816425b3e84d1ffca8490e3a

Desenha tudo o que comeres e beberes durante um dia. Regista de forma rápida e espontânea, com uma leve sugestão de contexto; mesa, toalha, louça, talheres, etc.

Caneta de tinta preta. Tinta da china/ Aguarela-Guache/ Lápis de cor aguarelável. Págs: Variável.

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Ser imaginário”

e917b4e87aec2c21126faa08829c1402

Cria e representa dois seres imaginários. Podem ser duas plantas, dois animais ou híbridos entre planta e animal. Representa as características dos seres que imaginaste recorrendo às formas, texturas e cores apropriadas. Podes basear-te numa conjugação de plantas ou animais reais. Dá atenção aos detalhes e tenta ser tão realista quanto possível.

Meios e técnicas à escolha (incluindo colagem, frottage, etc). Págs: 2/4

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “8 cadeiras”

03ef0ad5a96c0f968409e71f1850323a

Em duas páginas contíguas, executa registos minuciosos de 8 cadeiras diferentes, observadas em momentos diferentes e de pontos de vista diferentes. Utiliza meios e técnicas diferentes para cada uma das cadeiras. Os registos podem sobrepor-se entre si e ocuparem as duas páginas simultaneamente. Podes representar alguns contextos envolventes dessas cadeiras (espaço interior/ exterior, sombras, chão, etc.).

Caneta de tinta preta/ Esferográfica/ Lápis/ Lápis de cor/ Tinta-da-china… etc. Págs: 2/4

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Uma linha, um fôlego”

uuc462f88668484994da5dbfd4bf06aa66

Em duas páginas contíguas, desenha linhas finas que atravessem as tuas páginas de um lado ao outro. Mantém distâncias sensivelmente idênticas entre as linhas, de modo a formar uma superfície irregular que evidencie características volumétricas semelhantes às de um tecido enrugado. Desenha cada uma destas linhas sem interrupção e durante o preciso tempo que dura uma expiração.

Caneta de tinta preta. Págs: 2

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Folhas de Outono”

56f8033e60999faff8e0ac522bd63247

Observa a degradação outonal das folhas das árvores caídas e regista os seus efeitos em várias fases, ao nível da cor e da forma, em folhas da mesma espécie.

Caneta de tinta preta (contorno). Aguarela/Guache/Lápis de cor. Págs: 6 (máx.)

—————————————————————–

11ºO – 11ºP  “Chávena Branca”

Mine_white copy

Executa dois registos em que uma chávena branca lisa e o respectivo prato são colocados sob uma forte fonte de luz (sol ou projector). Representa as sombras projectadas a negro sólido, e tudo o resto (com excepção da chávena e do prato, que ficam a branco) a cinza médio. Cada registo pode ocupar uma ou duas páginas.

Lápis/ Tinta da china aplicada a pincel/ Acrílico/ Guache. Págs: 4 (máx.)

—————————————————————–

 © António Marques/ Sala17, 2014-2016